sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Presidência da Comissão

Os nomes para a presidência da Comissão começam a aparecer, entrou-se oficialmente em campanha europeia! Depois do partido socialista europeu ter apresentado o seu candidato, o Alemão Martin Schultz, actual Presidente do Parlamento Europeu, os Liberais hesitam entre dois candidatos: o ex- PM Belga Guy Verhofstadt e Olin Rehn, actual Comissário Europeu para os assuntos económicos e financeiros.  No lado do Partido Popular Europeu, as coisas estão mais complicadas. O ex PM Luxemburguês numa entrevista ao Le Monde, disse estar interessado (já anteriormente o seu nome tinha sido falado mas o facto de ser pró-europeu levou certos países como o Reino Unido a vetar o seu nome e Durão Barroso foi o escolhido), mas há também Michel Barnier, comissário para o mercado interno, competente e apreciado em Bruxelas mas com muitas reservas no seu próprio partido.
Dito isto, algumas considerações: a ser eleito um alemão para a Presidência da CE, seria algo nunca visto. Habitualmente vista como guardiã dos países pequenos, a Comissão entraria numa nova etapa. E a Alemanha, que tem uma política hábil de colocar os seus em postos fundamentais, passaria a dominar a instituição europeia com poder de iniciativa. Oli Rehn ou um liberal dificilmente conseguirá o posto mas poderá sempre ser uma solução de compromisso. A luta será provavelmente entre o candidato socialista ou o candidato do PPE, sendo que se esperam as tradicionais divisões: apoiaria a Grã-Bretanha um Ex PM Luxemburguês federalista? Ou um Francês pró-europeu? Começa a tradicional dança de nomes, que infelizmente desde os tempos de Delors nos tem conduzido sempre ao mínimo denominador comum...

Sem comentários:

Enviar um comentário